"Lute sempre pelos seus sonhos!"

Esta afirmativa fará sempre parte da minha vida, pois, acredito que os sonhos não envelhecem, nos fazem refletir, buscar caminhar,e, são sonhos até que se tornem realidade...de uma forma ou de outra!

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Pauta da Primeira Reunião de Pais e Mestres de 2011











EMEF “Dr. EVANGELISTA RODRIGUES”

TURMAS: 1º AO 5º ANOS E CLASSES ESPECIAIS

PAUTA DA 1ª REUNIÃO DE PAIS E MESTRES

( Pauta organizada pela diretora Jamilla Satim Vieira)

“Não basta ser informado, mais do que isso, é preciso ser bem-informado e interpretar tudo o que chega até você a fim de que consiga transformar informação, verdadeiramente, no que mais importa e vai estar presente para o resto da sua vida, conhecimento.”

(Ricardo Alexandre)

Objetivos:
• Conquistar a confiança dos pais e maior participação destes em todos os momentos que for necessário;
• Discutir as dificuldades, as habilidades e a interação das crianças;
• Mostrar as atividades realizadas pelas crianças e relatar como foram realizadas (interesse e participação da criança);
• Discutir coletivamente as ações pedagógicas (metodologia e proposta pedagógica);
• Discutir ações conjuntas com os pais a fim de sanar as dificuldades das crianças com defasagem na aprendizagem ou problemas de saúde em geral;
• Discutir, sem agredir, os assuntos burocráticos da escola;
• Favorecer momentos de integração entre os pais, professores e funcionários em geral;
• Ser objetivo, claro e responsável ao pedir a colaboração dos pais em qualquer ação da escola.
DICAS PRECIOSAS PARA REUNIÃO DE PAIS
Lidar como ser humano não é uma tarefa fácil. Para o Professor isso fica ainda mais difícil quando chega o momento das Reuniões de Pais, que é um momento carregado de muita tensão emocional.
Para você brilhar na reunião de pais, aqui vão algumas dicas para você usar:
1. CONVIDE O PAI E A MÃE: Encoraje ambos os pais para que venham na reunião. Mal entendidos serão evitados se ambos os pais ouvirem o que você tem a dizer.
2. ESTABELEÇA e firme contato muito antes da Reunião de Pais. Informe sempre aos pais o que os filhos devem estudar, quando tem lições e trabalhos para entregar, e principalmente, mantenha-os sempre informados a respeito das dificuldades e progressos do aluno. Jamais deixe para dar esse feedback apenas depois que as notas estiverem fechadas.
3. REUNIÃO SEM PRESSA: Jamais faça reunião com pressa. Planeje o tempo que for necessário de modo que todos os assuntos sejam abordados de maneira apropriada. Quando a Reunião for individual, 20 a 30 minutos é adequado.
4. ESTEJA PRONTA para todo tipo de perguntas. Esteja preparada para responder todo o tipo de perguntas que os pais venham a ter. Ocorrerão perguntas específicas, difíceis ou ainda as indelicadas. Mantenha sempre o domínio das suas emoções e o bom humor. Jamais leve para o lado pessoal.
5. TENHA SEMPRE SEUS REGISTROS organizados com antecedência. Tenha sempre em mãos e organizados: Diários de classe, anotações feitas na agenda do aluno, relatórios, provas/trabalhos realizados pelo aluno, e quaisquer outros registros pertinentes ao assunto em pauta. Deste modo você terá como comprovar as suas afirmações.
6. RETIRE TODAS AS BARREIRAS FÍSICAS. Os Pais não são seus alunos, por isso jamais coloque-os para sentarem-se nas carteiras enfileiradas, ou até mesmo nas carteiras pequenas (1º ano). Arrume o layout da sala de aula de um modo que todos possam ver uns aos outros (Ex. em semi-circulo, ou circulo).
7. INIMIGA X PARCEIRA: Se você quiser ficar com a fama de inimiga no. 1 dos Pais é só concentrar nos DEFEITOS do aluno. A solução para ser parceira dos Pais é concentrar nos TALENTOS, e quando houver problemas, foque nas NECESSIDADES do aluno. Falar para os Pais: "seu filho é indisciplinado e só arruma briga com os amigos", é diferente de: "constatei que o João apresenta dificuldades em relacionar-se com os amigos, por isso gostaria de discutir algumas sugestões para ajudá-lo a superar esta questão".

8. SEJA ESPECÍFICA NOS COMENTÁRIOS: Os Pais podem se perder nos comentários generalizados. Ao invés de dizer "Ela não assume responsabilidades", focalize no problema apontando "Maria teve a semana inteira para terminar o trabalho, no entanto ela apenas escreveu e entregou dois parágrafos".
9. OFEREÇA UM PLANO DE AÇÃO PARA OS PAIS: Muito mais que receber orientações, os Pais apreciam ter um plano de ação para seguir. Assim, se a Maria não é responsável, será apreciado sugerir aos pais dar a ela uma lista de tarefas semanais ou ainda permitir que ela encarregue-se de tomar conta do bichinho de estimação. Quando você oferece conselhos, faça com que os pais saibam que você está apenas fazendo uma sugestão e caberá a eles escolher as melhores estratégias conforme o perfil da família.
10. ESQUEÇA O PEDAGOGUÈS: Jamais utilizar-se do "pedagoguês" com frases do tipo: "a coordenação motora fina", "o processo de ensino aprendizagem", "está na fase silábico-alfabética", são frases sem sentido para muitos Pais.
11. DOMÍNIO PRÓPRIO: Pode ocorrer de você deparar-se com Pais que se mostram abusivos ou hostis. Jamais fique na defensiva, pois isso revela fraqueza e insegurança, e coloca em dúvida tudo o que você tiver que falar adiante. Tente não ser rude, qualquer que seja a provocação ou o comentário sarcástico. Ouça de modo polido e educado. Se esta situação ocorrer durante a Reunião Bimestral de Pais, proponha aos Pais agendar horário específico para tratar em particular. Verifique com a Escola qual o procedimento adotado.
12. FOCALIZE NOS PONTOS FORTES: É muito fácil para os Pais sentirem-se na defensiva, pois muitos deles se vêem nos filhos. Você poderá ajudar se levantar as áreas onde estão os pontos fortes do aluno e as áreas que precisam ser melhoradas, ao invés de criticar e apontar apenas as fraquezas.
13. USE A LINGUAGEM CORPORAL A SEU FAVOR: A linguagem não verbal pode ser sua aliada ou sua inimiga. O seu corpo fala, e expressa sempre o que você sente e pensa. É esta linguagem que os Pais estarão atentos, antes mesmo de você começar a falar.
14. ENFOQUE NA COLABORAÇÃO: Faça com que os Pais saibam que você quer trabalhar em aliança com eles, no melhor interesse da criança. Um comentário do tipo "Você precisa comparecer na escola o mais rápido possível para discutirmos as dificuldades do João", apenas inflama hostilidade nos Pais. O seguinte comentário diz a mesma coisa de um modo mais proativo: "Constatei que o João está encontrando algumas dificuldades, então gostaria de conversar com você para que juntas possamos encontrar as melhores alternativas para ajudá-lo a superar esses problemas".
15. OUÇA O QUE OS PAIS TÊM A DIZER: A despeito do fato de que nós gastamos um terço de nossas vidas ouvindo, muitos adultos são péssimos ouvintes. Para que você obtenha o máximo de todas as reuniões de Pais procure realmente ouvir o que eles dizem e principalmente COMO eles dizem. Observe a linguagem corporal deles. Você vai se surpreender com os aprendizados que vai tirar dessas observações.
16. CONCENTRE-SE NA SOLUÇÃO, NUNCA NOS PROBLEMAS: Idealmente falando das reuniões de pais deveriam apenas abordar coisas positivas, os sucessos e as conquistas. Realisticamente falando, a situação é bem diferente. As reuniões de Pais acontecem porque existem problemas. Entretanto todas as reuniões poderão transcorrer dentro da cordialidade e paz sempre que você focar nas soluções ao invés de ficar se concentrando no problema do aluno. Discuta o que você e os Pais podem fazer para ajudar a melhorar ou resolver a situação. Estabeleçam juntos, um Plano de Ação com tarefas para todos realizarem (Você, os Pais, e o Aluno)
17. FECHAMENTO: Antes que a reunião finalize, faça o fechamento da conversa e deixe claro quais ações você e os pais decidiram implementar.
18. MANTENHA UM REGISTRO DA REUNIÃO: Será muito útil você manter um breve relato do que foi discutido na reunião. O que foi dito, sugerido, e estabelecido para ser realizado. Após a reunião, faça as anotações enquanto os detalhes ainda estiverem frescos na memória.
Como você pode observar, interagir com as pessoas requer lidar com uma alta carga de emoções que envolvem expectativas, frustrações, medos e incertezas, por isso esteja atenta a essas dicas e você vai arrasar na próxima reunião de pais.

“Uma escola deve ser atrativa e carinhosa sem deixar de ter atitudes profissionais para ganhar a confiança dos pais e alunos”.

1- Boas vindas da direção e coordenação.
Apresentação da equipe escolar;
Resultados das avaliações externas 2009/2010:
- SARESP (2009)
Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo

O Saresp é aplicado anualmente pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (SEE/SP) para avaliar o Ensino Básico na rede estadual desde 1996. Na edição de 2007, ele passou a utilizar a metodologia dos exames nacionais (SAEB e Prova Brasil), o que permitiu a comparação de resultados. A novidade de 2008 foi a inclusão de questões de ciência à prova, que já abrangia as disciplinas de português e matemática. Escolas particulares e da rede municipal também podem aderir ao exame.

Participam os alunos do Ensino Fundamental (3º, 5º, 7º e 9º anos) e do Ensino Médio (3ª séries). Além da prova, eles preenchem um questionário com informações sobre suas características pessoais, socioeconômicas e culturais e situação escolar. Professores, coordenadores e diretores também são solicitados a fornecer dados relacionados ao processo de aprendizagem do aluno, à gestão da escola e à implantação de propostas pedagógicas.
Os resultados vêm em forma de relatórios detalhados para cada escola, com diagnósticos por alunos e por turmas. Esses documentos são de caráter confidencial, mas há relatórios gerais de cada unidade.
 3º ANO
Português- 62,2 (Escola) 66,3 (Município)
Matemática- 70,2 (Escola) 74,8 (Município)
 5º ANO
Português- 219,2 (Escola) 184,5 (Município)
Matemática- 230,1 (Escola) 193,2 (Município)

- PROVINHA BRASIL (2010)
A Provinha Brasil é uma avaliação diagnóstica do nível de alfabetização das crianças matriculadas no segundo ano de escolarização das escolas públicas brasileiras. Essa avaliação acontece em duas etapas, uma no início e a outra ao término do ano letivo. A aplicação em períodos distintos possibilita aos professores e gestores educacionais a realização de um diagnóstico mais preciso que permite conhecer o que foi agregado na aprendizagem das crianças, em termos de habilidades de leitura dentro do período avaliado.

 2º ANO A – 18,6
 2º ANO B – 16,8
- MÉDIA DA ESCOLA – 18,2
- MÉDIA DO MUNICÍPIO – 18,59
- EMEF “ANTONIO BENEDICTO HUMMEL” – 15,5

- IDESP (2009)

IDESP (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo) é um indicador de qualidade das séries iniciais (1ª a 4ª séries) e finais (5ª a 8ª séries) do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Na avaliação de qualidade das escolas feita pelo IDESP consideram-se dois critérios complementares: o desempenho dos alunos nos exames do SARESP e o fluxo escolar. O IDESP tem o papel de dialogar com a escola, fornecendo um diagnóstico de sua qualidade,

apontando os pontos em que precisa melhorar e sinalizando sua evolução ano a ano.

 RESULTADO – 5,18
 META 2010 – 5,27

- IDEB (2009)
O Ideb foi criado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) em 2007, como parte do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). Ele é calculado com base na taxa de rendimento escolar (aprovação e evasão) e no desempenho dos alunos no SAEB (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica) e na Prova Brasil. Ou seja, quanto maior for a nota da instituição no teste e quanto menos repetências e desistências ela registrar, melhor será a sua classificação, numa escala de zero a dez. O mecanismo foi muito bem avaliado por especialistas justamente por unir esses fatores. Sendo assim, se uma escola passar seus alunos de ano sem que eles tenham realmente aprendido, por exemplo, isso ficará claro a partir da análise do desempenho dela no Ideb.
 RESULTADO (5º ANO) – 5,7
 META 2010 – 5,8

Informação sobre as regras da escola (regulamento da escola);
Análise do calendário escolar;
Eleição da APM e Conselho de Escola (agendamento da 1ª reunião – entrega da convocação);
Espaço para dúvidas e sugestões.

2- Boas vindas do (a) professor (a)
- SUGESTÃO DE ROTEIRO
Apresentação do professor (a);
Expectativa dos pais com relação à nova realidade;
Apresentação do plano de trabalho de cada professor (a) e os principais objetivos de cada ano;
O que se espera dos pais;
O que se espera dos alunos;
Mudanças significativas na vida escolar dos alunos.
ATENÇÃO: não discutir assuntos pessoais (de cada criança) no grupo, evitando expor o aluno;

3- Dinâmica/Leitura cultural
- DINÂMICA PARA REUNIÃO DE PAIS

MATERIAL NECESSÁRIO
BALAS COM EMBALAGENS QUE ABRAM DOS DOIS LADOS
COMO FAZER
ENTREGUE UMA BALA PARA CADA MÃE OU RESPONSÁVEL E PEÇA PARA QUE ABRAM APENAS COM UMA MÃO. VOCÊ VERÁ QUE ELAS IRÃO CONSEGUIR, MAS DEPOIS DE UM BOM TEMPO E ESFORÇO.
FAÇA O COMPARATIVO DA DINÂMICA COM A VIDA ESCOLAR: A BALA É A CRIANÇA, A MÃO QUE ELAS USARAM PARA ABRIR É A PROFESSORA E A OUTRA, A FAMÍLIA. SE A PROFESSORA FIZER O TRABALHO TODA SOZINHA, IRÁ CONSEGUIR, MAS DEMORARÁ MAIS E SERÁ MUITO MAIS DIFÍCIL, MAS, SE TIVER “A OUTRA MÃO”, A FAMÍLIA, FICARÁ MAIS FÁCIL E EFICIENTE.

- LEITURA CULTURAL

ESTE ANO SERÁ UM SUCESSO SE...

Este ano será um sucesso se...
houver um sorriso de otimismo, um sonho de beleza em seu coração e poesia nas pequenas coisas: na simplicidade da flor, na inocência das crianças, no silêncio interior, na amizade, no momento presente, na oportunidade de ser bom, ser amigo e compreensivo; sensível ao sofrimento alheio, grato ao passado que lhe proporcionou experiências para o futuro.

Este ano será um sucesso se...
você for franco sem ferir, tiver fé em si, no próximo e em Deus e, acima de tudo, expressar o que pensa do outro com uma palavra de carinho, de apoio, de reconhecimento, de bondade e encorajamento.

Este ano será um sucesso se...
você souber vencer a preguiça, o orgulho, a indiferença ao sofredor, a tentação da riqueza, da intriga e da inveja, da intolerância ao ignorante, ao que tem idéias diferentes das suas, ao menos inteligente, ao egoísta, ao mesquinho.

Este ano será um sucesso se...
você socorrer a quem precisa, aconselhando-o, estendendo-lhe a mão, dando-lhe ajuda no momento certo, economizando bens materiais, esbanjando amor e solidariedade, entendendo a criança e o idoso, o adulto que não teve infância e aquele que não sabe amar.

Este ano será um sucesso se...
você der um “bom dia” de coração e enfrentar com esportividade as desventuras, semear a paz e o amor, vibrar com a felicidade alheia, com a beleza do sol acordando o dia, com a gota de orvalho na flor.

Este ano será um sucesso se...
você valorizar cada vitória e o mundo de oportunidades que se abrirem diante de você e, começar cada dia com Deus!

Se você for sensível a tudo isso, então este ano será um sucesso para você e para os que vivem ao seu redor!

4-Desenvolvimento da reunião

- MUDANÇAS SIGNIFICATIVAS NA VIDA DA CRIANÇA

DISCIPLINAS
 1º, 2º, 3º ano e Classes Especiais
- PORTUGUÊS
- MATEMÁTICA
- ARTES
- EDUCAÇÃO FÍSICA
 4º e 5º ano
-PORTUGUÊS
-MATEMÁTICA

-HISTÓRIA
-GEOGRAFIA
-CIÊNCIAS
-EDUCAÇÃO FÍSICA
-ARTES

Menções
- Os alunos (as) do 2º ao 5º anos e Classes Especiais serão avaliados (as) por notas de 0 (zero) à 10 (dez) não fracionadas;
- Os alunos do 1º ano serão avaliados pelas hipóteses de escrita, leitura em fichas individuais e por relatório simplificado.

Recuperação
- Paralela, realizada ao longo do ano, através de atividades diversificadas em sala de aula.

O que esperamos dos alunos:
- Assiduidade;
- Atenção redobrada em classe;
- Realização diária dos deveres;
- Anotações de tudo o que foi visto em classe;
- Chegar no horário;
- Não esquecer material;
- Não acumular conteúdo;
- Apresentar-se corretamente vestido;
- Capricho.

Tarefas
- Participação dos pais nas tarefas dos filhos (como auxiliar);
- Todas as tarefas são propostas de acordo com os conteúdos trabalhados em sala de aula;
- Dúvidas nas atividades são normais;
- Oportunidade dos pais verificarem o desempenho escolar dos filhos.

O que esperamos dos Pais
- Apoio;
- incentivo aos filhos;
- Parceria com a escola;
- Participação na vida escolar dos filhos.

Cabe aos pais
- Apoio;
- Acompanhamento constante;
- Paciência nas dificuldades;
- Responsabilizar-se pela freqüência escolar;
- Participar das reuniões de pais e mestres, eventos cívicos e comemorativos;
- Atender as convocações da Unidade Escolar;
- Parceria com Professores, Coordenação e Direção.

Atenção!

É importante entender que todas as crianças são diferentes e aprendem em velocidades diferentes e de maneiras diferentes.

5- Outros:
_ Objetos que não fazem parte do material escolar devem ficar em casa;
_ Pais: é importante vistar as agendas diariamente. Incentivar o filho (a) a desenvolver bons hábitos de comportamento, participar da aula, ser atencioso, etc. E em qualquer situação de dúvida procurar esclarecer junto a professora de seu filho(a);
_ Material escolar: será comunicado se estiver faltando algo;
-Tarefas:_________________________________________;
_ Atestados: sempre que faltar por idas ao médico, trazê-los.
_ Apresentar-se corretamente vestido (reforçar);
- Piolhos;
- Atrasos dos alunos (prejudicam todos os alunos).


6- Final da reunião:
Não finalize a reunião sem antes perguntar aos pais se eles têm alguma sugestão para melhorar a escola e como podem fazê-lo.
Agradeça a participação e se possível não os deixe sair sem uma pequena lembrança desse dia.

_ Deixe outras sugestões importantes a tratar com os pais, conforme seu jeito de trabalhar... Adoro trocar idéias;


“Uma escola que proporciona bons momentos aos pais certamente proporciona dias felizes a seus filhos”.

BOA REUNIÃO A TODOS
COM CARINHO!!!
JAMILLA, LEONINA E RENATA

2 comentários:

  1. Que dicas preciosas! Parabéns por compartilhar seus conhecimentos conosco

    ResponderExcluir
  2. Amei as dicas, me serão muito úteis! Parabéns!

    ResponderExcluir